Pesquisando

domingo, 15 de janeiro de 2012

Dollhouse - 1ª Temporada

[originalmente postado em 16 de março de 2009]

[Edit - enxertos de posts sobre Dollhouse]

Eu já achava o Joss Whedon um cara muito nerd. depois de ver Dollhouse – 3 primeiros episódios – tive a certeza que ele é REALMENTE o nerd-mor fanfiqueiro. Ele sabe como construir um thriller de ação, como manter a história equilibrada entre suspense/ação/romance/mistério, sabe como extrair tudo dos personagens sem exceção e poxa vida, Eliza Dushku? Whoooooa!

O que mais me impressionou nem foi ela fazendo 64372993 papéis para satisfazer os “compromissos” da Dollhouse, mas sim a Amy Acker aka já foi a Fred de Angel, ou Doutora Claire Saunders. Ela é misteriosa, silenciosa e machucada, literalmente. Ela era tão meiguinha como a Fred em Angel, mas espero muitas surpresas para ela.

Gostei do enredo – ooooh temos uma super-agencia super secreta que faz de pessoas comuns em super agentes e depois apagamos as memórias delas com um super computador!! – e dos diálogos. Como já disse, nada desperdiçado.



Coincidências nos parâmetros:
Claire = meu violão.
Saunders = Paige Sanders de Tru Calling no IMDB tá constando Saunders no nome.
Haunted (Ep. 9) = Haunted (Ep. 5) de Tru Calling – o mesmo que a Paige aparece.

Oh sim! Eliza Dushku! Quer mais? O melhor de Dollhouse é o trio Eliza/Olivia/Amy. Oh sim, Joss Whedon escrevendo a maioria dos episódios.


WAIT! WAIT! Echo como dominatrix???
*hemorragia nasal violenta*

"It's not all about the pain."
Seriously Echo?! Não é só sobre dor?
Bem, aí ela responde que é respeito pelo outro indivíduo que tem a coragem de se submeter à outro em uma sessão de SM.
Repito: Seriously que não é só sobre a dor???

Já prevejo uma obsessão a mais no repertório e Amy Acker preencheu os requisitos. No episódio Omega (1x12) tudo ficou tão empolgante que agora eu espero ansiosamente pelo novo episódio. Quem roubou a cena completamente foi Amy Acker e sua personagem Dra. Saunders.




Eu já sabia que havia algo errado nela (E não era o trauma pós-ataque do Alpha e as cicatrizes), mas o fato dela não sair da Dollhouse e muito menos se encaixar no grupo. A preocupação excessiva dela com Echo e estar sempre brigando com Topher. Tudo bem, tudo bem, alguém que foi brutalmente mutilada por um cara doido pode se comportar assim, mas parecia que NADA apontava para algo dentro dela.

E aí no episódio sabemos porque raios Alpha a atacou e porque todo o ar de mistério na figura da doutora.

Como a Amy está em outro seriado ao mesmo tempo que em Dollhouse, não sabemos ainda se ela continuará nos próximos episódios. Alguns fãs cogitaram a possibilidade da Dra. Saunders ir para o "Sótão" da Dollhouse. Se Joss Whedon fazer isso com uma personagem tão complicada como ela, seria péssimo.

A Dra. Saunders é como um pilar para a confiança dos Ativos, a médica que cuida de todos quando precisam. Colocar outra pessoa no lugar não funfa. Tirar a Amy Acker seria tirar a esperança de muitos (Inclusive de suas fangirls, como eu!) para que o seriado ficasse cada vez mais obscuro.
E por maibasementcat a cena dela como Whiskey em uma sessão de tortura com Alpha ganhou da Echo como dominatrix.
*surta surta surta*

Pensamentos de auto-punição são tão bonitos quando há uma linda mulher comandando a situação.
(Não que eu esteja pedindo por algo do tipo ¬¬)
$(function(){$.fn.scrollToTop=function(){$(this).hide().removeAttr("href");if($(window).scrollTop()!="0"){$(this).fadeIn("slow")}var scrollDiv=$(this);$(window).scroll(function(){if($(window).scrollTop()=="0"){$(scrollDiv).fadeOut("slow")}else{$(scrollDiv).fadeIn("slow")}});$(this).click(function(){$("html, body").animate({scrollTop:0},"slow")})}}); $(function() { $("#toTop").scrollToTop(); });