Pesquisando

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Poesias Nada Convencionais - Felicidade

[originalmente escrita em 12:53 26/11/2007]

FELICIDADE

Felicidade, palavra chata de se dizer
Nunca sabemos da onde vem e pra onde vai
Nem sabemos quem vai dar mais ou menos pela mesma quantia
Troca justa, troca ajustada
Felicidade.

Não faz nenhuma diferença, faz toda diferença
Fez nenhuma matéria indisciplinada
Não valeu por muita coisa
Valeu por uma vida vida inteira
Ainda não morri, não tenho certeza.

De ficar sozinha por tempo demais até não mais distinguir o que é
Quem é?
É você?
Sou eu?
Quem faz mais por hoje?
Felicidade.
Sonhar, correr, brincar, arram, arram...
De ficar sozinha por tempo demais até não mais distinguir o que é realidade.

Felicidade.
Só em sonho mesmo.
$(function(){$.fn.scrollToTop=function(){$(this).hide().removeAttr("href");if($(window).scrollTop()!="0"){$(this).fadeIn("slow")}var scrollDiv=$(this);$(window).scroll(function(){if($(window).scrollTop()=="0"){$(scrollDiv).fadeOut("slow")}else{$(scrollDiv).fadeIn("slow")}});$(this).click(function(){$("html, body").animate({scrollTop:0},"slow")})}}); $(function() { $("#toTop").scrollToTop(); });