Pesquisando

segunda-feira, 18 de março de 2013

Dia de São Patrício

Soooooo, segunda-feira, dia do hangover do St. Paddy's Day. Se você é ou foi um truly Irish, irá entender como ocorre esse evento lindo.

Fontes históricas dizem que o Santo chamado Patrício, nasceu nesse mesmo dia ou morreu no mesmo dia - 17 de março - em algum lugar da Bretanha (Não, ele não era irlandês, pasmem!). Em suas andanças de menino fagueiro, ele foi capturado por bárbaros (???) e foi vendido como escravo no Eire por 6 anos. Okay, aí já sabemos que pode haver um enredo de vingança e mágoas, mas ao invés disso, o "pobre" garoto (Vamos frisar isso, porque a família dele era bem abastada na época) fugiu do "cativeiro" e voltou para casa. A decisão tomada foi: entrar pra Igreja Católica Romana e virar padre.

Talvez o primeiro a usar o mote: "Se nada der certo: Viro padre/freira". Well done, Patrick!

Como todos sabem, há o que se desconfiar de católicos e suas boas intenções em outros continentes. Esse Patrício aqui fez algo singularmente legal para a época: ensinou muita gente a ler. Sim, foi a Bíblia, sim, foi de acordo com os preceitos fechados da Igreja, mas já é um começo para algo maior. Em sua peregrinação durante seu serviço como pregador da Palavra, ele passou por muitos povoados distintos do Norte ao Sul da Irlanda e deixando um bocado de seu conhecimento, assim como se comunicava nos dialetos das regiões com as tribos celtas da época sem chiar de não poder falar em latim. O que pode parecer tramóia de dominação lenta e massiva religiosa, se tornou uma lenda, já que nessas andanças aconteceu o milagre a ele atribuído.




Yep, snakes in dah modahfocka island? De acordo com os escritos, São Patrício expulsou TODAS as cobras do Eire. Todas, nenhuma sobrou. Cobras. Parece legal. Cobras podem ser chatas, né? Tudo bem que ocorre um desequilíbrio na cadeia alimentar e talz, but hey! Quem sou eu para questionar um cara que espantou milhares de cobras em uma época que não havia Centro de Controle de Zoonoses? Creepy stuff. Alguns defensores do anti-feriado dizem que as cobras era o "Feminino pagão" ou as culturas paganistas da época... E se todo dia é para celebrar a Deusa, well... Vou celebrar no dia do santo católico também. Só para contrariar, ou para sacanear. Srsly, people: Ele pode ter sido um dos bastiões da destruição do paganismo celta no século V, mas quem não tem a Irlanda como lar merece ter um dia de nostalgia e festança. Brasileiros param quase 1 semana por culpa de um Carnaval sem sentido, por que não aproveitar um feriado com uma justificativa até plausível?

Após o episódio das cobras, ele ficou conhecido como o Santo da Eloquência (E o povo irlandês é um povo conhecido pela sua eloquência divina), da Irlanda, ajuda em batalhas contra cobras (Why not?), padroeiro dos engenheiros, dos técnicos jurídicos, ajuda aos Pecadores (Englobando quase 2/3 da população mundial se você não for católico) e contra a bruxaria. Opa! Tem que seguir o protocolo né?

Tá, alegorias, metáforas e entrelinhas. Forget about the guy, tá? Vamos nos concentrar no que a DATA significa para o povo irlandês e para aqueles que algum dia já pertenceram a essa terrinha esmeralda verdejante maravilhosa.

Dia de São Patrício é literalmente o dia de juntar a memória boa sobre o povo irlandês em um feriado só e festejar. Yep, quase isso. Para os praticantes das religiões que aceitam São Patrício no calendário de santos (Católica Romana, Ortodoxa, Luterana e Anglicana) é dia de profunda meditação e festejo moderado. Pro resto do mundo é dia de alegria, felicidade, boa sorte, e ótimas energias e muito verde. Espalhar o Verde é o mais importante, o verde simboliza o Eire e tudo o que os irlandeses acham dela (Home, home, sweet, home!), estar de verde é buscar a Irlanda deixada lá na Europa e trazê-la para a festa. Simbolismo pagão, lindo. O trevo, o leprechaun (duende irlandês com o pote de ouro no final do arco-íris) também fazem parte desse simbolismo. Ingerir altas doses de Guinness e Jameson e comer batatas está nos planos também.


Paradas musicais com bandas enormes e carros alegóricos também estão na pauta do dia mais festejado pelos malucos europeus (Lembrando que os irlandeses são considerados os mais trolls da Europa since the very beginning... Trollaram os Vikings, trollaram os Romanos, trollaram os Latinos e continuam trollando os Ingleses). Muita música irish folkceilli e batalhas de violinos estão em todas as partes e pub's de todo mundo. Porque você sabe, assim como brasileiros, irlandeses gostam de festejar as pequenas coisas da vida. O motivo do feriado ter sido internaciolizado é devido a própria história irlandesa, como um dos países menos favorecidos na Europa, a Irlanda sofreu muitas crises econômicas e períodos de sérios problemas como fome, emigração forçada, e desemprego. Logo há a possibilidade de haver um irlandês (ou ancestral) bem perto de você, em qualquer parte do mundo. O Dia de São Patrício é justamente para unificar essa galera toda que queira celebrar a sua terrinha distante. Você não pode ter ascendência nenhuma na raíz celta, mas pode entrar na festa como se fosse o convidado VIP.

Os principais países a comemorarem o Dia de São Patrício são as duas Irlandas (Norte e Sul/Eire, óbvio), Estados Unidos (Por receberem um contingente ENORME de emigrantes no começo do século 19, as cidades de Nova York, Boston, Nova Orleans e Chicago são as cidades mais irlandesas da América no Norte) e Grã-Bretanha (O cara era de lá né? Tem que ter festa.). Alguns outros países vêm adotando a data como Canadá, Argentina, Brasil e Japão.

No Brasil o feriado é comemorado na maior parte em irish pub's ou escolas de idiomas, que relevam a tradição do verde, do trevo, das músicas tradicionais e da comida típica irlandesa (batata cozida, batata recheada, batata frita, purê de batata, batata-batata). As cidades do Rio de Janeiro (Região de Copacabana), São Paulo e Belo Horizonte (Savassi) já organizam paradas e festinhas legais para o feriado nos pub's. Mas e aqui em Florianópolis? Como é que foi a comemoração?

Bem, isso vou deixar pro próximo post, com considerações bobas como costumo fazer. Com certeza vou puxar muita sardinha pro Irish Feel, k? Me processem!!