Pesquisando

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Saint Young Men - Saint onii-san por Hikaru Nakamura

Saint Young Men
Saint Young Men (Photo credit: Wikipedia)
 Jesus e Buda decidem passar as férias de final de ano aqui na terra, em um subúrbio de Tóquio, em uma pensãozinha de uma senhorinha muito ordeira e irritada.

Yep, esse é o enredo de Saint Young Men - ou Seinto Oni-san - de Hikaru Nakamura, possivelmente a mangaká mais aloprada que já vi. O mangá lá na Terra do Sol Nascente está no volume 8, produzido desde 2007 e já conta com dois OVAs e um filme completo.

A premissa da história vai pelo cotidiano que os curiosos estrangeiros vão descobrindo durante sua estada na Terra, desde a escolha do nabo perfeito em uma liquidação de mercadinho, ir ao Parque de Diversões pra ficar quase duas horas na fila, escapar das broncas da tia da pensão, uma tarde boa na piscina comunitária, dividir a sauna com um chefe local da Yakuza e ir a um festival de um templo de um deus pagão.

Com muita sátira, piadas bem encaixadas e um clima jovial dos protagonistas quanto ao Destino do mundo moderno, essa obra vale a pena ser lida de cabo a rabo para ter alguns momentos de reflexão e risadas.


Fazia tempos que não me interessava por animes, às vezes assistia um ou outro, mas o scrolling infinito do Tumblr durante a noite de Natal me fez entrar em contato com esse universo paralelo novamente, com direito a gifs sets, OTPs com nomes esquisitos e curiosidade pra saber o que raios Jesus Cristo estava cantando nessa hora:

Era Jingle Bells. Yep. (Fonte: SlaysBelles Tumblr)
O interessante de Saint Young Men - além das piadinhas infames com os conceitos de cada religião, cristã e budista - é que são dois seres estranhos, que culturalmente não viveram como pessoas qualquer, que estão desfrutando de FÉRIAS em nosso ambiente. Achei muito bacana a noção de que eles também são "humanos" assim como aqueles que os seguem, logo merecem um descanso divino.

Jesus, ou Yesus, ou Joshia, é o típico rapaz de trinta e poucos anos, alegre, animado, disposto a sempre ajudar, adora Kamen Rider e mantém um blog de sci-fi super visitado. Ele não sabe nadar, transforma água em vinho quando acha graça de alguma coisa e sangra pela coroa de espinhos (Que NUNCA sai!) quando faz algo altruísta.

Já o querido Buda é centrado, trabalhador, prestativo e um ótimo cozinheiro. Tem um certo problema em gastar dinheiro, faz as contas das despesas, sofre com o bullying de menininhos capetas (não pude deixar de fazer a piadinha, sorry) do bairro e toda vez que tem um pensamento elevado de pura Paz e Equilíbrio, sua cabeça começa a brilhar de forma cegante.

Porque você é Buda, né? (Fonte: Kradness Blog)

É, é bem isso mesmo. As cenas cotidianas são o efeito mais cômico, pois certas atitudes acabam causando mais problemas para os dois do que se estivessem por aí sacaneando os outros. O bom é que a obra não mete dedo na religião de ninguém, mas dá uma incrível forma de se filosofar as duas crenças mais propagadas no planeta. E nossa como elas são parecidas...

Detalhe para as camisetas que eles usam o tempo todo - silk-screen de Buda - com frases remetendo ao Cristianismo e Budismo, muitas não foram traduzidas na versão do filme que peguei, então boa parte das piadas me foi excluída. Verei tudo por esses links aqui abaixo:

Para OVA 2, segue o link: http://anitube.xpg.uol.com.br/video/65664/Saint-Young-Men--OVA-02
Para o Filme:  http://anitube.xpg.uol.com.br/video/71218/Saint-Young-Men--Filme

Para quem quer se aventurar no mangá, infelizmente não há equipe conhecida de fansubber que faça a tradução para o lindo idioma tupiniquim, mas aqui no Mangago.net tem todos os volumes, organizadinhos e com ótima qualidade de scan: http://www.mangago.me/read-manga/saint_oniisan/an/saint-oniisan-chapter-1.html

Uma boa pedida para se sair do marasmo de férias e para refletir melhor sobre o papel dos líderes mais oniscientes de nossa vivência histórica.