Pesquisando

terça-feira, 26 de maio de 2015

coisas para não se falar agora

"Você devia ter feito algo!" - se eu ganhasse uma moedinha de R$ 1,00 cada vez que alguém me diz isso, já teria passagem pro táxi pra me levar no Hospital novamente.

Porque ouvir isso na altura do campeonato está me dando vontade de sumariamente ignorar a pessoa e arcar com as consequências.

É dar de Luanito e levantar o dedinho, porque não está ajudando. Ficar dando explicações demais para pessoas cansa, sério! Cansa tanto que esqueço das regras implícitas de manter a calma e subitamente ter o desejo irresistível de querer arrancar a jugular de alguém que me vier com essa de novo. Eu devia ter feito algo?!

[Edit: Alguém lembra do karma miojo que a minha família felizarda herdou de algum ancestral muito féladap0otinha? Pois é. Aconteceu... O cara que me atropelou teve a moto apreendida e perdeu pontos na carteira em uma blitz dias depois do acidente.]

Mimimimi rambling rambling.


Então me vieram com essa do seguro de DPVAT, que eu tinha direito a receber dinheiro por conta do acidente, blablablabla, só que parece que esqueceram de levar em conta a minha opinião pessoal sobre tudo. A última coisa que quero me estressar agora é com outras pessoas e o que elas fizeram ou deixaram de fazer.

Não fiz boletim de ocorrência em plena sã consciência, porque não queria um cara desconhecido, recitando nome de JC, obviamente em pânico, bem mais que eu e que tá mais fudido do que eu poderia imaginar. Ele deve ter perdido noites de sono (E as contas que ele vai acertar com o Todo-Poderoso dele é problema dele, não meu), perdi as minhas (E a minha consciência tá tranquila de ter decidido assim), cada um no seu canto, não quero muito papo com quem com certeza não confiaria minha vida (hello, ele me atropelou na faixa de pedestres, não é como se virássemos BFF assim), então pelamor? Vaza.

Aí vem os terceiros e quase caem em cima da minha pessoa achando que estou fazendo burrice por não entrar com B.O. com seguro e com tudo mais. Foda-se essa powha toda, eu tou viva, dor é suportável, não quero perder meu sono e meu semestre por culpa disso. Chega né? Enough is enough.

O que eu deveria ter feito?

Eu fiquei calma, me mantive de boa, tomei os remédios, cumpri os dias, não pensei em trocentas razões pra moto não ter acertado a minha cabeça ao invés meu pé e tou firme. Não preciso de gente que supostamente deveria me manter na linha do padrão comportamental aceitável vir com essa de "Você deveria ter feito algo!". Como se as coisas funcionassem assim. Como se aqui dentro funcionasse assim. Como se "fazer algo" poderia melhorar coisa alguma. Ao meu ver só ia complicar a vida de mais pessoas, não ia me trazer benefício de paz interior e sem aporrinhação alguma, e agora isso?

I know your feeling, bro... quer dizer oh grande poderoso Loki...


Anger manegement, a gente vê por aqui!