Pesquisando

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

sucinto srsly assunto


...
...
...
...

É realmente estranho chegar no chegado a você e jogar a real de que você está na bédi da depressão.


Na verdade o trem é tão cabuloso que é provável deixar baixo, não falar nada e ver se a pessoa tem telepatia avançada ou oclumência para descobrir o quão ferrada você está por dentro com milhares de coisinhas te perturbando. Para os que não obtém tais ferramentas adivinhatórias sobre estado emocional/psicológico, a dica que dou para lidarem comigo nessas horas:

1 - me deixa no cantinho respirando em intervalos irregulares;
2 - não me encha de perguntas (Não vou conseguir responder em tempo hábil);
3 - entenda que isso é temporário e tem dias que vai e volta (Oi hoje tou feliz! Nope, hoje quero cavar um buraco e me esconder que nem o Saddam).

Sa'powha costuma vir em meses significativos, com os baixos contando mais que os altos e a alternativa mais bem sucedida é o de me recolher ao meu cantinho e realizar tarefas para me ocupar. Porque eu não tenho $$$ pra terapeuta, não tenho tanta vontade de falar de mim mesma para outras pessoas, passo muito tempo com meus pensamentos e tou tentando encaixar coisas mais edificantes na minha rotina. Tipo: trabalhar. Yep, workaholic here, no time for unicorn poop.

Aí quando a apatia vence esse joguete de superpoderes vindos de sei lá da onde, é compreensível que eu não vá dar a mínima para o que as pessoas vem a dizer. Esquecer algumas tarefas também, ando fazendo isso e muito.

Falar abertamente parece um martírio, ou presunção. porque se abrir para alguém com um assunto delicado como esse, as possibilidades de aguentar um festival de insultos são altas. O problema não é desenvolver uma maneira de explicar o que está acontecendo comigo, mas sim o de explicar quais são minhas razões para me sentir assim.

Eu preferiria levar um tiro, sei lá... Ou ferrar com o pé de novo, pois aí eu sentiria dor fisicamente. Haveria razão para a bédi vibe, o mau humor, a teimosia, o excessivo amor-próprio beirando ao egocentrismo? Sinceramente é como um rolo compressor de 5 toneladas caindo dos céus, e olha que nem fiz Efeito medíocre pra causar tanto Choque de Retorno.

Creepy af.