Pesquisando

sábado, 3 de novembro de 2018

tia Emília Outono

Resolvi deixar aqui para a posteridade essa playlist marota da pessoa virginiana/libriana (Ela tá no meio, ok?) que mais me causa mindfuck problemas musicais de entendimento literário. Com vocês, Tia Emília Outono.




Não é a discografia toda, mas as músicas que acho que são pertinentes para se adentrar esse universo bizarro que ela formulou em suas obras Opheliac (2006), Fight Like a Girl (2012) e no livro The Asylum for Wayward Victorian Girls.

Para quem interessar, escrevi um bocado sobre ela aqui nessa postagem de 2011 [clica cá].