Pesquisando

Mostrando postagens com marcador fim de ano. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fim de ano. Mostrar todas as postagens

domingo, 21 de dezembro de 2014

Citações em sonhos

Nisso que dá dormir na casa da Entesposa-mãe. Sempre rola bizarrice na hora do estágio noturno - aposto que não tem filtro nenhum de sintonia com outras frequências...

*se afunda no travesseiro*
Para fins de averiguação da posteridade, o sonho maluco com detalhes de hoje foi organizado da seguinte maneira caótica:
 
  • Pipas em forma de fênix;
  • Subidas em ladeiras de ângulos impossíveis;
  • Arrumar modem defeituoso;
  • Escrever em fichas de Catalogação;
  • Ver um rosto familiar em uma multidão de gente;
  • Tomar banho solitário em uma casa inundada com água azul;
  • Citar Santo Agostinho falando sobre a prática do claustro para uma mãe-de-santo. 
Esse foi o resumo das viagens oníricas de hoje.

Eu nem sabia que Santo Agostinho tinha texto sobre claustro e talz, vou ter que pesquisar. Porque se esse trem veio da biblioteca onírica e eu acabei citando ("De acordo com Santo Agostinho, lalalalalala"), vou precisar de um exorcismo filosófico... RÁPIDO!!

sábado, 20 de dezembro de 2014

Aquele momento

Sabe aquele momento em que o olhar procura pelo rosto certo, a respiração entrecortada cessar por alguns segundos, o coração pular bem na garganta e de repente a certeza estar ali bem estampada no vazio e no silêncio?
Foi o que acabei de presenciar a minha sobrinha fazer ao procurar o pai na platéia.
E não encontrar...
I know the feeling, kiddo. Também procurei pelo meu todos esses anos.
*hugs*