Pesquisando

Mostrando postagens com marcador lovecraft. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador lovecraft. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

[contos] Seguir a Corrente - perfil de Isobel Atwood Wayland

A intenção era de construir a personagem protagonista que estou escrivinhando em Seguir a corrente, adaptei as perguntas do Tumblr Wordsnstuff.

Essa é a parcial ficha de Isobel Atwood Wayland, uma jovem de 24 anos que estuda na Universidade Miskatonic e trabalha em um laboratório do Departamento de Ciências Naturais.

(Fonte: Propnomicon)

Como você gosta de passar seu tempo livre?

Descobrindo velhos e novos livros sobre botânica e zoologia que posso conseguir. Em Arkham há poucas livrarias você se tipo de literatura, e já li quase todos das bibliotecas da Miskatonic. Quase todos, não tenho permissão para a coleção de obras raras. Ainda. 


(Debaixo do link, mais perguntas e mais imersão)

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

[contos] seguir a corrente


Após pirar na soda com o trailer do game baseado no universo de Lovecraft, The Sinking City (2019), resolvi voltar lá pros primórdios da minha escrita secreta.

Escrevia muita coisa estranha antes de entrar na Universidade dos Stormtroopers, pena não ter a vergonha na cara de guardar elas comigo, MAS alas meobeim, em véspera desesperadora de entregar projeto de TCC o que vem?

Inspiração de sobra para escrever algo sobre esse cenário que admiro tanto e bem, por que não dizer que faz parte de meus sonhos mais cabulosos.


by brmorgan 
Chapters: 1/?
Rating: Mature
Additional Tags: Miskatonic University, Arkham Asylum, Cthulhu Mythos, Cult of Cthulhu, The Sinking City (game)
Summary:
A cidade devastada pela inundação se tornava mais agitada após certa hora, como se todos que viviam ali fossem convidados secretamente para algo que jamais entenderiam do que participavam. 
Jovens e velhos. 
Não havia crianças. 
Apenas sobreviventes de uma catástrofe que não mais lembravam.
Reunidos na praça central, perto da encosta para a descida das ruas imergidas, todos esperavam alguma coisa, qualquer coisa.

Para a trilha sonora, sugestiono duas fontes:
1 - Internet Archive e os top hits de 1918
2 - Playlist no Spotify especialmente feita para a escrita dessa fanfiction.