Pesquisando

Mostrando postagens com marcador múmia a ressusrreição. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador múmia a ressusrreição. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 30 de maio de 2018

[escorregadios] pequenos deslizes


Título: pequenos deslizes (por BRMorgan)
Cenário: Feéricos - contos para sonhar.
Classificação: PG-13.
Status: Incompleta.
Disclaimer: Esse conto faz parte do Projeto Feéricos "Escorregadios" que está sendo postado aqui no Archive of our own [clique aqui] - essa série é inspirada em Múmia - a Ressurreição (um dos melhores cenários de RPG do antigo Mundo das Trevas).
Personagens: Margaret "Doddie" Dodson, Gloria Smith, Anthony Lackfin, Terrence Filligan, o Xerife, Mendigo do Arges.
Resumo: No interior de uma cidadezinha, longe da Metrópole, há um grave acidente de carro.1999 é o ano e muitos eventos estarão ligados com o cenário do Ano do Escaravelho.

"Estrada deserta, pouca iluminação, o vapor de uma maquinaria subindo pelo ar, cheiro de óleo e gasolina vazando empesteando o asfalto sem muita manutenção. Um cervo abatido no meio da pista, um rastro enorme de sangue acompanhando o rastro de borracha derretida de pneus.
Um gemido de dor. Uma mão parcialmente suja de dedos quebrados aparece no matagal que esconde um brutal acidente de carro."

Continua aqui...

sábado, 24 de março de 2018

[contos] personal jesus

O Colégio Carmim era um cenário beeeeeem extenso formulado em conversas densas entre eu e meu primo Arkafan entre 2002 e 2004. Tem hints de tudo quanto é canto de cultura vampírica, como Drácula de Bram Stoker (e as adaptações que Hollywood e o mundo pop decidiu fazer desse classicão), Ravenloft, Mundo das Trevas Antigo, mitologias, cenários e personagens feitos em jogos de RPG online via Orkut (#SddsVillandry) e referências! All the referências!

A premissa da história era o estabelecimento de uma sociedade secreta de 4 famílias contra o lendário Vlad, o Empalador, desde o século 14. A Irmandade dos Condenados construiu um colégio interno no meio de Bucareste (Romênia) para preparar potenciais caçadores de vampiros com motivos fortes para se converterem ao único objetivo de eliminar os mortos-vivos. Óbvio que não foi tão fácil assim, e muitos dos integrantes dessa escola não eram totalmente humanos, ou tinham a mesma opinião das autoridades.

E tem trilha sonora! Tem sim! Volto aqui depois para postar o link da playlist no Spotify :)

Personal Jesus (1340 words) by brmorgan
Rating: Mature
Warnings: Graphic Depictions Of Violence
Additional Tags: Alternate Universe - Post-Apocalypse, Vampires, Amenti
Series: Part 1 of Rosenrot - o colégio carmim

Décadas depois do colégio ser destruído por completo, tendo seus integrantes mortos e/ou espalhados pela Europa escondidos, a dissolução da Irmandade foi esmagadora. A noite voltou a ser dos predadores das trevas. Mas nem todos os mortos continuam deitados...

terça-feira, 6 de setembro de 2016

[conto com angie] os escorregadios - prelúdio

O pesado livro em uma mão, a caneca cheia de vinho na outra.

"Heresia!!" diriam seus ancestrais, por estar bebendo perto de conteúdo tão antigo e sagrado, mas do jeito que se encontrava na cadeira de madeira que aquela biblioteca reservava para pesquisadores, a admoestação dos antigos não surtiria tanto efeito. Melhor estar confortável com o gosto de vinho barato e o metálico de 2 balas dentro de seu sistema digestório que obedecer velhas regras.

O rosto com hematomas na linha do queixo e subindo pela bochecha, enfeitado por uma breve cor esverdeada da lenta circulação sanguínea comum de seu corpo semi-morto, a camiseta branca que usava como uma armadura empapada de manchas de sangue, sujeira e estilhaços. Remendos feitos à mão em um torso machucado pela pólvora e a tempestade. Os pulmões voltaram a funcionar lentamente após tossir parte do tecido queimado pelo tiro certeiro em uma cavidade vazia.

A mão do vinho virou uma página em pressa de ler a próxima frase, os hieróglifos indecifráveis para sua cultura (e quantas tinha!), mas que de alguma forma faziam sentido. Ali deveria conter algum sentido para o que passava, a angústia de viver sem respostas, a dor de estar entre os vivos, mas se sentir menos viva que aqueles que se diziam mortos.

Era uma linha tênue que constantemente não se aplicava ao seu estado atual.