Pesquisando

Mostrando postagens com marcador resumo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador resumo. Mostrar todas as postagens

domingo, 5 de janeiro de 2014

[LoLz] resumindo o Silmarillion

Quem já passou um tempo comigo sabe que apesar de ser muito fã do trabalho do Professor Tolkien - que fez aniversário de 122 anos de existência nesse dia 03/01 - não levo muito a sério o universo de Arda. CALMA LÁ BEEEEEEESHA porque é... eu não levo. Sim, pode acender as fogueiras, iluminar as tochas, pegar os ancinhos e as foices, camponeses, quando ao assunto é levar a sério universos inteiros medievais o Lolz sempre prevalecerá.

*sons raivosos de tradicionalistas Tolkiendili everywhere*

Ser herege nesse ponto (E ainda mais com a pessoa que mais me inspirou a escrever nesse mundo) me faz ter coragem de praticar certas heresias. Não, não há detrimento do material original, amo as obras do Professor, mais do que tudo que já li - e Silmarillion é a minha Personal Bible, se tou com a mente confusa e as ideias erradas na cuca recorro a ela e não ao livro mais vendido no mundo.

Razões para zoar com algo que respeito, amo e tenho condições de dizer: "É, esse livro mudou a minha vida"? Sei lá. A vida já é difícil aqui no mundo real e lá nos livros também, por que não fazer piadinha infame pra melhorar um pouco o humor?
(RU feckin' srs?! Silmarillion é tragédia grega de começo ao fim! Nada de final feliz! Senhor dos Anéis também não é lindo e às mil maravilhas e tenho as desconfianças que O Hobbit deu uma atenuada na melancolia com narrativa infanto-juvenil, mas mesmo assim? Matar o dragão, ganhar o tesouro e voltar são e salvo pra casa não deixou o Bilbo feliz, feliz mesmo de felicidade alcançada.)

Então fazer o Lolz em Arda é um mecanismo de defesa para não entrar em comatose melancólica pela seriedade da vida, Universo e tudo mais ali contida. Algumas obras de Tolkien foram escritas em circunstâncias dolorosas, outras em uma profusão literária para que ele nunca conseguisse de fato juntar tudo e publicar (imagina ter um universo tão vasto e escrever por décadas, mas não conseguir compilar?! É frustrante!) - O Silmarillion na verdade é um grande caderno de rascunho que o filho dele fez o favor de tentar decifrar e colocar em ordem e mesmo assim... bem... é confuso. Rir é melhor que chorar gente, então aproveitem o Lolz enquanto ele é feito com a proposta de tirar sorrisos e gargalhadas boas (E por que não aguçar a curiosidade das pessoas sobre?) ao invés de denegrir o assunto tratado.

Tá, tou enrolando demais. A ideia veio de um post no Facebook sobre resumir O Silmarillion em um vídeo de 7 minutos e aí veio o Vanderlei dar a ideia errada e saiu esse trem aí. Essa sou eu tentando resumir o livro mais awesome do Professor de forma bem didática pra garotada: