Pesquisando

Mostrando postagens com marcador segundas-feiras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador segundas-feiras. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

#eunaBiblio - o pesadelo das segundas-feiras

Tem nome, é uber importante pra minha vida acadêmica, é péssimamente ministrada.
Aí quando finalmente fica interessante, meu ânimo tá em órbita, observando a Lua e tentando chamar atenção do Major Tom.

Sabe essa powha aqui embaixo?
Então: tell me about it...

E todos os bibliotecários que já perguntei sobre wtf Catalogação vai servir na minha vida profissional, a maioria respondeu que já tem a Biblioteca Nacional e o BiblioData que serve de padronização para isso, logo: pra quê raios...?

Por curiosidade, sempre dou uma olhada nos livros lá da biblioteca onde estagio, e muitos nem ficha catalográfica tem - principalmente os de antes dos anos 90 - e há uma discrepância fudida em muitos (Teve um de um autor famosinho que a ficha catalográfica no FINAL do livro e toda espalhada lolololol).

É importante ter noção sobre isso, já que é uma FERRAMENTA para recuperação da informação, mas não faz sentido algum decorar regra por regra se há um manual (AACR²) para sacar esse trem aí.

O meu pesadelo na segunda é ficar olhando para o nada, completamente alheia, sem prestar atenção na explicação, pois não vejo apelo algum nisso. Ruim é saber que vou ter que ralar pra baraleo nos trabalhos pra passar com 6 e que semestre que vem tem mais, oh se tem.

Vou parar de falar que o que anda me segurando nessas horas de desespero é o curso, vou restringir para sexta-feira e o estágio onde estou: esses sim tão me segurando muito, muito bem.

sábado, 15 de março de 2014

St. Paddy's na segunda?!


No fuckin' way dia de São Patrício foi cair justamente numa segunda...?!
Segunda que devo me manter sóbria devido estágio em empresa séria, sóbria porque tenho que acertar as matérias pra esse semestre, sóbria para discutir caso alguma matéria não entre e eu tenha que ter argumentos sobre isso, sóbria para me fazer lembrar de como voltar para casa, e mais sóbria ainda para perceber que mais 1 ano se passou, as bençãos vieram e os sinais pararam de aparecer (Obrigada, obrigada, obrigada seja lá quem você for, apenas deixe como está).


O único dia do ano em que me permito beber até cair, atingir níveis de tolerância a cerveja preta e dar algumas mancadas e não poderei aproveitar. Maravilha.

Graças a Eru Ilúvatar que o preço da Guinness é exorbitante aqui na terrinha, logo não há como sustentar o dia sem ter um belo buraco no orçamento vigente.

Um feliz final de semana bem irlandesco a todos e bora terminar esse Irish Stew porque vai ser minha marmita durante a semana toda...