Pesquisando

Mostrando postagens com marcador tragédia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tragédia. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 2 de abril de 2013

Como sinto falta da Oresteia!

A letra de Orestes do A Perfect Circle me impactou na primeira vez que ouvi há uns anos atrás por fazer alusão ao sofrimento do personagem de mesmo nome, Orestes, que foi manipulado por tudo e todos para dar cabo a um plano de vingança cega contra sua própria mãe Clitemnestra  Dá até para sentir um bocado do rancor no refrão e como o pobre rapaz que caiu de gaiato na trama familiar sobreviveu após conseguir consumar a vingança da Casa dos Atritas. Por mais maluco que o enredo seja, me sinto bem em relembrar como essa peça me fez bem na época em que li - muita coisa estranha acontecendo na Graduação, Cthulhu nomnomnom my sanity - e em como o tema costuma voltar ao meu coração quando a coisa está pegando pro meu lado emocional.

Sendo inspirada na minha peça favorita da tragédia grega Oresteia - falamos de Destino Irônico, Vingança e problemas com pais e mães - Orestes do A Perfect Circle se encaixa direitinho com o estado de espírito recorrente:



$(function(){$.fn.scrollToTop=function(){$(this).hide().removeAttr("href");if($(window).scrollTop()!="0"){$(this).fadeIn("slow")}var scrollDiv=$(this);$(window).scroll(function(){if($(window).scrollTop()=="0"){$(scrollDiv).fadeOut("slow")}else{$(scrollDiv).fadeIn("slow")}});$(this).click(function(){$("html, body").animate({scrollTop:0},"slow")})}}); $(function() { $("#toTop").scrollToTop(); });