Pesquisando

Mostrando postagens com marcador um sofá para cinco. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador um sofá para cinco. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 18 de junho de 2015

[dica de site] - post no 1 sofá para 5

Post quentinho lá no 1 Sofá para 5!!

Escrito pela panda Guiga e #MeRepresenta.
Não, sem vergonha alguma de self-promoting o site em que escrevo também. Sim, tem mais textos maravilhosos por lá.

Seja você!! Em grupo ou sozinho, apenas seja você!

"Eu quero ficar sozinha!!! Quem já sentiu essa vontade alguma vez levante a mão. Existem pessoas que lidam melhor com seus problemas sozinhas e outras precisam de companhia para melhorar. Bem, eu pertenço ao grupo dos que preferem ficar sós. Na verdade durante boa parte da minha vida (uns 98% dela) eu preferi estar desacompanhada. Passei minha adolescência inteira em casa, trancada no quarto lendo livros e vendo filmes. E nunca achei importante estar em um grupo de amigos ou mesmo sair de casa, na verdade adorava estar comigo mesma. Atualmente todos somos encaixados em definições pré determinadas. Para pessoas com perfil como o meu, existem dois estereótipos básicos, Antissociais ou Introvertidos. Segundo o Dicionário Informal as definições para ambas as palavras são as seguintes:

AntissocialSão apenas pessoas que não se prendem a padrões sociais de convívios. Alguém que não sente a necessidade de convivência com outros, não sente necessidade de se comunicar, de ser educado, de elogiar e de ser elogiado, de se divertir com outros, entre outras partes do convívio em sociedade. Geralmente são chamados de egoístas por terem um estilo de vida individualista.

IntrovertidaOposto de extrovertido. Uma pessoa que, após interação social, necessita passar tempo sozinho para se “recuperar”. Frequentemente encontrados em suas casas, bibliotecas, parques tranquilos que muitas pessoas não conhecem, ou outros lugares isolados, pessoas introvertidas gostam de pensar e de ficar sozinhos. Ao contrário da crença popular, nem todos os introvertidos são tímidos. Alguns podem ter grandes vidas sociais e adoram falar com os amigos, mas depois precisam de algum tempo sozinho para “recarregar”. Os introvertidos são mal interpretados e vulgarmente chamados de “tímidos” ou “antissociais” porque a maioria da população é composta de pessoas extrovertidas."

Um trechinho aqui e o restante lá no sofá das pandocas.

Leiam, comentem, compartilhem, DÊEM SINAL DE VIDA!!


domingo, 17 de maio de 2015

as pandas salvando o dia

Há poucos exemplos de vivência que tive para me sentir totalmente confortável com um grupo ou alguém. Devido a n motivos - desde timidez, a não saber o que fazer e tudo mais - mantive sempre a camaradagem do que a companheiragem. Era difícil eu me instalar em um grupo particular sem às vezes debandar para ficar no meu cantinho. Acabo sendo mais a colega do que a amiga.
(Até porque meu caráter nômade temporário me faz não ter muitas pretensões de amizade profunda com qualquer um)

Até encontrar essas meninas loucas da Federal.

Terceiro dia de pé torcido e era o dia de panquecaria na casa de uma delas - a baixinha mais goxtoza da Costêra - mas pelo infortúnio, iria ficar chupando o dedo só imaginando o que teria de nomnomnom no café da tarde gostoso que elas iriam aprontar.

Aí a tia Guiga deu um pulinho cá em casa e trouxe um arsenal de coisas pra eu comer :D


sábado, 4 de abril de 2015

Guia do Universitári@ Probri: Panda's Edition

[Post originalmente postado no Blog Um Sofá para Cinco no dia 03 de abril de 2015]

Para embalar o tema desse post, gostaríamos de agradecer de coração a linda panda sem nominação aparente, que estava espoleta nas letras de pagode que resgatamos para recreação criativa. Prontos para iniciar esse post com a frase: "andei, andei, andei até te encontrar" por visitar diversos lugares da federal sem rumo nem beira?


wanderlust
1.A very strong or irresistible impulse to travel;
2.strong longing for or impulse toward wandering.
Tradução bem fuleira e cheia de licença poética: Andança - 1. um impulso forte e irresistível de viajar; 2. desejo forte ou impulso para bater perna sem ter destino algum.

Você é universitári@ sem nada o que fazer final de semana de um feriado, não vai pra casa da família (Ou não tá a fim de ficar com eles pra aturar as piadinhas do pavê ou pra comer) e se sente com uma vontade imensa de sair pra bater a perna? Mora nas imediações de Florianópolis? Você tá durang@? Sem um centavo no bolso? Só tem o cartão de passagem de estudante, uns passes do RU, muita disposição e espírito aventureiro? Então temos uma solução bem bacaninha pra você que não foi abençoado pela HOSTENTASSÃO e riqueza.

Vivemos num criadouro chamado Universidade Federal. Óbvio que em lugares como esse existe um local de engorda definitivo com uma dieta equilibrada, bandejas desajeitadas, suco na máquina bizarra. Às vezes eles têm piedade de nós, meros mortais que apreciam seu feijão com arroz, o RU - restaurante universitário - resolveu colocar no cardápio algumas comidas bem exóticas...

O dia de sexta-feira santa, feriado religioso comemorado nacionalmente (Estado Laico, Estado Laico, Estadooooooo fucking Laicoooooo!!) foi uma adição para o cardápio modificado: Estrogonoff de camarão.



Apesar de ser uma sacanagem tremenda em fazer um prato especial desses em um feriado quando os seus usuários NÃO ESTARIAM pelas imediações da universidade, lá fomos nós encarar o belo pratão de nomnomz.

Tipo, camarão mesmo! Com molho consistente e batata palha (batatapalha-batatapalha-batatapalha-batatapalha), tudo que um estudante meia boca, sem grana pra gastar com comida mais ajeitadinha ou com preguiça de fazer almoço em casa poderia pedir.

Delicadamente feito com todo amor e carinho.


Sem muitos planos na agenda a não ser comer, sentar debaixo de uma árvore e falar besteira. Após o almoço bem servido, a árvore estava ali para um breve descanso, para então rumarmos para nossos recintos individuais... Até que esta que vos escreve teve a brilhante ideia de perguntar onde era o Planetário. A saga começa ali.

Sem ter mapa, um wireless que funcionasse decentemente e testando lindamente o senso de direção da Psycho Panda, rumamos a nossa aventura Ufisquiniana do Feriadão Santo. Peraê pandinhas quiridus, a gente coloca as direções pra vocês:

Se você clicar na imagem ela vai crescer tanto, mas tanto!

O primeiro lugar a ser visitado foi o Planetário, um domo redondinho com trocentos gadgets all around e pequeno de acordo com o que eu havia pensado antes. O bichinho fica ali nas beiradas do Bosque e atrás do RU.

Sim, eu tiro fotos de hidrantes

Como não registramos fotos do Planetário e Bosque (Deixa pra próxima andança, fiquem felizes com a foto do hidrante), vamos pular para a ideia linda da Panda mais velha, sim, aquela que escreve sobre músicas românticas creepy! Ela simplesmente foi dando a volta no Bosque, conosco no encalço e apreciando os entornos da Universidade que jamais conhecemos depois de anos estudando por lá e atingindo um dos lugares mais fofos da região...

Para ler toda a epopéia dentro do Antro Vil e Maléfico de Cthulhu, clique cá!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

um sofá para 5 - projeto no ar

Cinco pandas conversando fiado em algum lugar das interwebs.
Papos descabidos com uma turminha do barulho que vai aprontar mil confusões.
Um bando de garotas sem o que fazer que resolvem escrever textos sobre diversas coisas.
Gosto disso.

Ops, faço parte disso.
Agora, acho eu... É, faço.



O "Um sofá para cinco" foi idealizado de forma como qualquer projeto meu deveria ser formalizado: mediante intensa influência de etanol na minha corrente sanguínea.

O que deveria ser apenas uma promessa de algo, acabou virando realidade com a empolgação da tia Guiga. Tudo foi ficando muito muito muuuuuuuuito tangível após ver as primeiras visualizações e cacetada, pessoas estão visitando assim do nada!


Tou pensando em postar umas absurdidades por lá, coisas que não posso escrever por aqui sem ter algum tipo de pergunta IRL do tipo: "Cê perdeu quantos parafusos esses anos todos?", mas anyways, tá aí a props, visitem, leiam, refutem, concordem, compartilhem <3
$(function(){$.fn.scrollToTop=function(){$(this).hide().removeAttr("href");if($(window).scrollTop()!="0"){$(this).fadeIn("slow")}var scrollDiv=$(this);$(window).scroll(function(){if($(window).scrollTop()=="0"){$(scrollDiv).fadeOut("slow")}else{$(scrollDiv).fadeIn("slow")}});$(this).click(function(){$("html, body").animate({scrollTop:0},"slow")})}}); $(function() { $("#toTop").scrollToTop(); });