Pesquisando

Se você veio procurar Bibliotequices

mudanças do eu-lírico/bibliotequices

A SESSÃO BIBLIOTEQUICES TÁ AQUI . Clica nesse trem que você lerá o que raios faço na Biblioteconomia e quais são meus planos de dominação m...

Mostrando postagens com marcador shindu sind'orei. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador shindu sind'orei. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

mooni criou vida!!!!!!



Mooni era como eu chamava a necromante que pensava que estava jogando em Diablo II e já formava todo um enredo possível para essa personagem (Ainda no gênero feminino) sair da descrição em palavras e brotar alguma inspiração visual.

Mas eu nunca conseguia!
Luan Resende, incrível fodástico ilustrador conseguiu!
Para conferir o trabalho dele, segue lá que é firmeza:
TWITTER - FACEBOOK - INSTAGRAM

Mooni serviu de ponte para a Sorena de Shindu Sind'orei (fanfiction essa de outro jogo da Blizzard World of Warcraft), como um fantasma de realidade alternativa, também atormentada por demônios, muitos problemas familiares e um desdém completo por hierarquias.

Enquanto jogava Diablo 3 desde seu lançamento em 2012, sempre me coçava para que saísse logo uma expansão com necromantes, é a minha classe favorita e sempre será. Mooni ficou ali, guardadinha em um rascunho de 20 páginas, não encontrando nenhum espaço em alguma plataforma de fanfictions para ser postada. Acabei pegando muito do conceito de personagem e alguns rascunhos para transportar para a elfa sangrenta viada e nonsense da Sorena Atwood. Até sua cisma com certas arqueiras <3

A personagem foi um desafio pessoal para mim: queria escrever sobre alguém agênero e uma pessoa com deficiência e varias nuances e confusões que essas características trazem para uma pessoa em uma época medieval como a retratada em Santuário. Mooni virou Daehir "Olhos-sem-Vida" Mooni, nefalem de level 15, aprendiz de Xul, o necromante de Diablo II.

Realmente não sei como descrever essa sensação de ver essa artwork para uma pessoa que estava descrita dentro da minha cabeça e não saía de lá tão cedo e assim, do nada, em um passe de mágica e muitas conversas pelo Instagram, brotar desta forma.

A fanfiction é essa aqui embaixo, incompleta como sempre, volta e meia colocando um capítulo ou outro quando sinto que o angst tá subindo (E agora que maratonei The Witcher, com certeza vai vir mais coisas)

quando o toque do anjo não é uma benção (9602 words) by brmorganChapters: 2/?
Fandom: Diablo III, Diablo II, Diablo (Video Game), diablo III reaper of soulsRating: Mature
Warnings: Graphic Depictions Of Violence
Characters: Necromancer (Diablo III), Necromancer (Diablo II), Female Witch Doctor (Diablo III), Male Necromancer (Diablo III), The Nephalem (Diablo series), Amazon (Diablo II), Rogue (Diablo II), Myriam Jahzia (Diablo III), Lyndon the Scoundrel
Additional Tags: Non-binary character, Gender Non-Conforming Character, reaper of souls expansion, westmarch, Idiots in Love, Love/Hate
Summary:
Um grupo de mercenárias faz missões errantes para proteger a população das ameaças pós-conflito dos nefalens contra Diablo e os Males Supremos. Ganhando dinheiro que os lordes podem bancar e descobrindo segredos deixados desde os tempos de confronto contra as forças do Mal, o grupo "Rastejantes" mantém uma certa paz na cidade sitiada e destruída, capital do Reino de Hespéria (Ato V).
Sien é a líder dos "Rastejantes", estrategista e amazona exímia vinda das Ilhas Skovos.
A imortal feiticeira Irina dos Vizjerei é o apoio mágico do grupo.
A bruxa-doutora Zunimyi saiu de sua tribo para descobrir o mundo após a queda da estrela cadente.
A jovem Kyla Haile, que presenciou sua cidade sendo devastada pelos ceifadores de Malthael.
Daehir, necromante sacerdote de Rathma, a pessoa que guia o grupo nas missões.
E Míriam, a mística acompanhando o grupo nas empreitadas.
Tropes: Love/Hate - Idiots in Love - descrição detalhada de cenas violentas - pode conter cenas inapropriadas (NSFW).

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

OMG sou eu mesma?!

Minha dona, na idéia de montar casting para um impossível curta sobre o Shindu Sin'dorei, me veio com essa hoje:



Essa seria eu, I guess. O nome é Julie McNiven no papel de Anna Milton em Supernatural. Alguém pode avisar a minha dona que ela precisa parar de ficar fangirling o pretenso Ox Jensen Ackles?
Ela é ruiva, tem a estatura quase perto da minha e o rosto é bem parecido. Mas o cabelo é mais longo que o meu (Não cresceu tanto desde o ano passado oras!) e acho que o nariz é fino demais. Acho que ela gostou mais pelas orelhas da garota, são inclinadas a serem pontudas ^_^


E já nessa de achar que eu sou parecida com qualquer ruiva que cruza o caminho dela, admito que a escolhida McNiven tem alguns requisitos favoráveis ao papel. Em Supernatural ela é uma mocinha com esquizofrenia que vive em um Hospital Psiquiátrico (Fica em Gnomeran?! Ou em Booty Bay?!) e constantemente ouve vozes de coisas chamadas "anjos" (Seriam Spirit Healers com cargo mais elevado?!).
Em suma, ela é louca. Just like mee!!

E tem um episódio que ela ganha os poderes de anjo de volta (ORLY que ela era uma Spirit Healer mutante jogada na Terra porque desobedeceu o Chefe Superior dos humanos lá da Terra?!), ela faz uma cara parecida a minha quando estou para ter ataque escalafobético.



Ou quando alguém da minha família insiste em possuir meu corpo pra dar umas voltinhas em Ghostlands. Deixa baixo k?
Anyway, esquece a parte em que Anna Milton tem um envolvimento íntimo com o Dean Winchester k? Não quero pensar no meu irmão desse jeito, é feio e eu posso ir pro Twisting Nether - Srsly? Já vou pra lá de carteirinha VIP sem precisar fazer muita coisa! E esquece aqueles poderes malucos de Spirit Healer bizarro.
Yey pro look e as roupas (Adorei a jaqueta dela!).
E o olhar de peixe-morto, como minha dona quis especificar.

E ah! Ela me mostrou essa foto fofa do pretenso Ox Jensen Ackles pescando!! Na hora em que olhei foi toooon OMG é meu irmão mesmo pescando na beira de Goldshire! E damn! Eu quero saber da onde ele arranjou essas roupas bonitas!
(Que tecido deve ser esse? Leather ou Wool?!)


*fangirling meu próprio irmão*

Ela pensou que a nova Alice no País das Maravilhas de Tim Burton, Mia Wasikowska poderia ser a minha pessoa, mas aí eu olhei os cabelos loiros, ondulados e essa carinha de quiança inocente e pensei na Lady Annie por causa de duas fotos:

Lady Annie na versão Rogues do it from behind. Gostei das roupas macabras e das luvas. Alguém sabe que essa menina conseguiu catar uma parte de um set legendário dos Nerubianos? Srsly, a Immie me contou e estou pasmada.
1 - Porque essa menina tem futuro na carreira ladina;
2 - Porque tem que ser corajosa pra roubar coisas de nerubianos;
3 - Tier 11? Que o Maelstron deseje que não;
4 - Essa menininha é fogo!!



Falando em !Fogo!, I lolled com essa foto:



A minha mente puríssima pensou exatamente que minha dona "KALI!!" estampado na testa de Stana Katic no intervalo no set do seriado atual que ela faz, Castle da ABC.
Eu <3 a foto, mas não gostaria de estar no lugar do camarada.
Chega de flechas incendiárias em minha vida.

Será que eu fiz algum sentido aqui?!
Acreditem, é melhor esse post cheio de fotos do que a minha dona discutindo sobre a Lingüística incorporada aqui em Azeroth ¬¬'

domingo, 10 de janeiro de 2010

lady annie p.2

A pequena menininha mercenária terá um especial só dela em Shindu Sind'orei. Enquanto voltava para casa - buzão frio pra caçamba - pensei em como organizar a vida desordenada da ladina menos afortunada de Azeroth. A idéia original era passar tudo que a minha Sorena Rogue - no server Dumau.zapto.org - havia feito então, isso incluía solar Scarlet Monastery só pra ver a Sally Whitemane, sair catando rike na porrada, fazer Tailoring sem razão alguma só por causa das roupas e causando em nome da Horda.
Sempre.



A coisa foi evoluindo para uma menininha mercenária e abusada que só pensava em ganhar dinheiro roubando dos outros e fazendo o máximo para sair ilesa das confusões. Alguma nerubiana notória deve ter percebido isso ¬¬''

Anyway, a Lady Annie veio de um tanto de idéias soltas e acabou se firmando em uma revolucionária anarquista auto-imune as porradas da vida. Pra elas tudo é normal e tranquilo, só fica difícil quando ela não tem o que comer e onde roubar. Ela tenta tirar proveito de qualquer situação - inclusive roubar a sua carteira e passar a mão na sua bunda - apenas para ganho próprio, não porque ela é ambiciosa e quer dominar o mundo, é porque isso é o modo mais confortável que achou para viver até então.

    Primeiros passinhos:

Como muitos sabem, a vida de meio-elfo em Azeroth é ruim pacas. Ou eles viram párias sem família, lar e amigos, ou vão pra Theramore - aka cidade de Jaina Proudwhore - prefiro viver como desajustada social a viver em Theramore xP *sons de bicha regurgitando*

Lady Annie - que não é seu verdadeiro nome - nasceu em algum vilarejo de Northrend, sob a ameaça de expulsão ou morte por ser uma meia-elfa, filha da mulher que se tornou a Inimiga de qualquer coisa viva dos arredores.

Com essa "mácula", a menininha começou com furtos básicos - comida, moedas de ouro pra comer, comida e já falei comida? - e logo se especializou em estudar comportamento de aventureiros para que pudesse registrar itens mais valiosos para roubar. Ela também cobrava para dar informações ou acompanhar pessoas nas estradas perigosas.

O povo do vilarejo sempre a olhou como a "coitadinha meio-elfa largada pela mãe tão novinha", mas nunca deu assistência ou atenção à ela. Lady Annie não os odeia, mas também não morreria por eles.

Depois de fazer peripércias em tumbas de nerubianos, ela achou uma relíquia (aka Set Tier 11 pra rogues lololol) em algum canto escuro - uma máscara bizonha e parecida com o rosto desse mob aqui - e cheio de aracnídeas mortas-vivas. E muita coisa também, como dinheiro e jóias e quinquilharias que davam pra vender - por comida!

Bem, alguma nerubiana notória deve ter percebido ¬¬''
E passou a perseguir a poooobre menininha mercenária! Então não tendo mais jeito de ficar em Northrend, ela entrou "acidentalmente" em um zeppelin para Tirisfal Glades e "coincidentemente" nesse zep estava Mestre Derris. Eles conversaram por um tempinho e o Abandonado amargurado ofereceu 300 peças de ouro para ela roubar o Bastão do Domínio dos Mortos-Vivos - peça rara épica dada por Kel'Thuzad na época em que ela servia ao mané do Lich King - a menina aceitou na hora sem mesmo saber como entrar na cidade subterrânea.

A bagunça era tanta - vide Battle for the Undercity - que ela passou despercebida na Sala do Trono, catou o bastão e saiu de fininho sem ninguém ver - viva o stealth mode!! - a monarca Sylvanas Windrunner só percebeu o roubo quando Derris a.k.a. Sylvos comentou algo sobre ela perder a peça. Ela não pôde trazer os Forsaken "mortos" de volta e a coisa ficou russa. Russa não, Nathreziniana.

Enquanto ela fugia em meio ao caos, subindo pelos canos até sair atrás da sala do trono de Terenas e bang! Recebeu um escudo amassado na nuca e caiu desmaiada. Era Oxkhar, o irmão mais velho de Sorena "defendendo" a cidade.
Nada engraçado. A menina mercenária ficou com dor de cabeça de semanas!

Presa e levada acorrentada para o Apotecário Real - agora vazio porque bem, lembra do cara enorme de 7 metros que tentou tomar a cidade? Pois é, ele matou ou fez a metade da galera trair a Rainha, logo sem mais Apotecário ativo - Lady Annie ficou lá embaixo presa, sem ser alimentada ou vigiada por dias.

E quem disse que ela não conseguia escapar e roubar comida sem ninguém perceber? Do0de, ela é rogue, ela faz isso o tempo todo!
Só perceberam na prática ladina da menina quando certa nerubiana notória chegou a cidade para ser a Conselheira Real de Sylvanas.
E adivinha quem ela veio especialmente para torturar e maltratar?!

Lady Annie é praticamente uma rogue de level 45 e é especializada em Subtlety e adoooora sacanear suas vítimas. Ela não sabe quem é sua mãe ou pai e nem quer saber. Sua filosofia de vida é mais para "Carpe Diem" e "Coma o quanto puder" do que ter sonhos heróicos de mudar o mundo e ganhar um tier 10 e ver a Jaina e o Thrall casados.
Na verdade ela não está nem aí para qualquer tipo de obediência, hierarquia ou forma de controle - apesar dela viver sobre uma forma de controle vinda do estômago esfomeado.

Escrevo mais quando ela vier falar comigo - agora ela está stealthiada esperando fazer uma trap pra notória nerubiana tropeçar com as 6 pernas.